Perdendo o cabaço com o vizinho.

Tudo começou quando minha família mudou de residência e na frente dessa nova casa morava um casal que tinha uma filha pequena de uns 2 aninhos, não demorou muito e meus pais ficaram amigos desses novos vizinhos. A vizinha devia ter por volta de uns 36 anos, era gorda, sem vaidade e muito ciumenta, ela... Continue lendo →

Minha vizinha crente e virgem.

Meus vizinhos eram evangélicos e todos os domingos iam para o culto bem vestidos e com suas bíblias na mão. Alguns sábados eles também iam, pois, a igreja planejava várias atividades. Eu nunca fui religioso e dispensava educadamente os convites para ouvir a Palavra do Senhor com eles. A filha mais velha do vizinho era... Continue lendo →

A mulher do supermercado.

Era um domingo, final de tarde, entrei com a minha mulher no supermercado para comprar pães e outras coisinhas, um supermercado chique do meu bairro, e enquanto minha mulher ia ver as “outras coisinhas” eu fiquei na fila da padaria do super. Atrás de mim estava um senhor e logo atrás dele eu vi chegar... Continue lendo →

Amigo do papai.

Meu nome é Danielly tenho 19 aninhos, sou morena cor do pecado, cabelo preto comprido, até o meio do bumbum, 1,56 m, sou cheinha com bastante curvas e carne, uma bunda enorme e bem redondinha diga-se de passagem. Meus pais são casados, mamãe trabalha na nossa lanchonete e papai numa empresa, ele tem muitos amigos,... Continue lendo →

Adoro ser enrabada e lambida.

Perdi a virgindade do cu bem cedo, enquanto a da buceta foi bem mais tarde. Mas viciei no sexo anal já na primeira vez e vou explicar o porquê. Tinha medo de engravidar, mas meu tesão era tanto que precisava experimentar uma pica, nem que fosse na bunda mesmo. Depois de assistir a muitos filmes... Continue lendo →

Eu, novinho.

Minha iniciação sexual se deu de maneira tardia. Aos 18 anos tive minha primeira experiência sexual com uma mulher, sendo que via meus amigos se vangloriarem por terem iniciado suas vidas sexuais com menos idade que eu. Alguns até de forma exagerada. A minha sorte é que tive o privilégio de ir para a cama... Continue lendo →

Trai com um homem maravilhoso.

Sou casada, tenho 35 anos, Diretora de Negócios em uma empresa grande, muito bem de vida, falo inglês, francês e alemão fluentemente, faço academia e tenho silicone nos seios, muito atraente mesmo. Eu e meu marido temos uma boa relação, de amizade e de respeito. Até então, imaginava que tinha uma vida normal, mas após... Continue lendo →

Decidi perder meus cabacinhos.

Meu nome é Carla, tenho 27 anos, 1,56 m de altura, cabelos castanhos liso curtos, pele bem clara e apesar de sempre ter sido bem baixinha, desde nova meu corpo já se definiu bem. Meu bumbum é bem redondinho e empinadinho, meus seios, apesar de pequenos para médio, desde os 11 para 12 anos já... Continue lendo →

O homem da minha vida.

Eu sou gordinha e tenho 1,66 m de altura. Sou branquinha de cabelos pretos e olhos castanhos. Apesar de gordinha tenho um corpo cheio de curvas - inclusive já fiz até umas fotos para calendário lá no meu Estado que é o Maranhão. Tenho seios médios, umbiguinho fundinho e redondinho, coxas grossas e uma bundinha... Continue lendo →

Marido de aluguel.

Conhecia Adelaide há mais de 10 anos e ela sempre foi o motivo das minhas punhetas, era uma mulher que, apesar dos seus 44 anos, colocava muita novinha no bolso. Olhando Adelaide, acabei descobrindo meu tipo perfeito de mulher: branca dos cabelos castanhos curtos, batendo nos ombros, cerca de 1,70 m de altura, seios pequenos... Continue lendo →

Uma vizinha, uma bundinha.

Tenho 26 anos e sou casado há quatro. Tudo começou quando nos mudamos para um apartamento em Pinheiros. Marta, minha mulher, fez logo amizade com uma vizinha, gostosa, loirinha, de peitos médios, bundinha redondinha e um rebolado no andar que me enlouquecia. Uma noite, ao voltar do trabalho encontrei as duas conversando. Sentei-me diante delas.... Continue lendo →

A filha do caseiro.

Sou casado, tenho 3 filhos e temos uma fazenda no interior do estado do Rio onde costumo ir com frequência, mas a minha esposa não é muito de ir para o interior, preferindo a praia, daí que as vezes tenho que ir sozinho verificar como andam as coisas na fazenda. Numa dessas vezes, cheguei cedo... Continue lendo →

Aventuras de uma balzaquiana.

Jamais imaginei experimentar a aventura que curti no verão passado. Eu me divorciara há dois anos de um marido que só bebia e transformava minha vida em um inferno. Carente, sem um homem para satisfazer meus desejos sexuais, tive várias oportunidades de ter um outro, mas sempre resisti aos convites. Apesar dos meus 32 anos... Continue lendo →

Um traseirinho gostoso.

Quando conheci a Mari foi numa situação estranha. Numa festa me disseram que ela era noiva e estava prestes a se casar. Então me contentei em olhar para aquela gata gostosa de cabelos longos e uma bundinha que qualquer um babaria. Voltaria no dia seguinte para a cidade onde morava e onde ela também morava.... Continue lendo →

A iniciação.

Na rua em que moramos conhecemos quase todo mundo, embora a relação que tenhamos com a maioria dos vizinhos seja superficial. Desde que mudamos para cá nossos melhores amigos são um casal bem mais velho do que nós e sua filha de 18 anos. Carina é uma loirinha de corpo tipo violão. Os seios são... Continue lendo →

Site hospedado por WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: